Resenha - O Chamado do Cuco

O Chamado do Cuco - Robert Galbraith
Editora: Rocco
Número de Páginas: 448
★★★
Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso.
Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega.
Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P. D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.
(Como eu adoro essas sinopses que resumem bem a história... ~ pena que eu não seja boa para resumir romances policiais sem achar que estou falando de mais ~ então vai ficar só a sinopse mesmo)

Eu sei que Robert Galbraith é um novo pseudônimo da J.K. Rowling e que vocês devem estar pensando: Como assim a Nane deu nota inferior a quatro a algum livro dela sendo que ela ama HP e já releu umas cinco vezes...? Pois é. Sim, eu não dei 4+ estrelinhas para esse livro; sim, eu sou apaixonada pela diva J.K. e foi ela que me inspirou a escrever; e sim... Um monte de outras coisas.

Eu gostei do livro. Foi o primeiro dela que eu li depois de toda série de HP (mesmo tendo ganhado Morte Súbita junto com O Chamado do Cuco) e eu estava louca para começar já que era um romance policial e eu sou "tipo" apaixonada por romances policiais. Mas duas coisas me incomodaram nessa história, mesmo tendo adorado a narração e os personagens. 

A primeira foi que eu só comecei a me interessar pela história de fato lá pelas páginas 300. Estava legal desde o início, mas não me prendeu como outros romances policiais. Parecia que Strike apenas estava caminhando pelas ruas de Londres sem acreditar que tivera sido um assassinato, conversando com gente aparentemente maluca (é... eles eram meio malucos mesmo) e aprofundando nos podres da vida dos famosos. Isso é bem divertido (ainda mais bem escrito como no livro), mas não me prendeu como um romance policial que você não para de ler para descobrir o final.

A segunda, eu estou um pouco enjoada de textos com muita descrição. Tá, esse problema é meu, mas se você gosta de descrição, vai em frente, você irá adorar.

Os personagens são complexos, muito bem criados, eles não ficam apenas seguindo a trama principal, mas têm seus próprios problemas e têm que resolver tanto o que encontram no trabalho, quanto o que existe nas relações sociais. 

Eu gostei de que Robert Galbraith tenha entrado no mundo dos famosos, não de uma maneira superficial, mas aprofundado em algumas personagens, mostrando como elas pensam, como existe falsidade e verdades escondidas atrás de gestos e palavras. Eu não me lembro de ter lido algo que visse o mundo das modelos dessa maneira, normalmente é algo bem mais estereotipado. E por isso gostei bastante. 

A linha de investigação do Cormoran Strike foi interessantíssima, como ele mantem todas as suas ideias em segredo pelo menos até quase o final do livro, você fica com uma pulga atrás da orelha para saber porque ele continua naquela busca que parece que irá chegar a nada. No decorrer das páginas, existem pequenos detalhes que já apontam para um assassinato, mas mesmo assim, como teria acontecido?

Foi uma surpresa a maneira que ele descobriu o culpado e a situação de todos naquela noite, como não há muitos indícios que lhe ajudam a seguir a mente de Strike no decorrer da narração (apenas quando ele joga na sua cara o que aconteceu e você pensa: UAU), não tem muito o que pensar além daquilo que as testemunhas dizem ou do que a descrição ajuda. Mas no fim, tudo parece fazer sentido. 

No fim, descobrir tudo me divertiu, além de que o culpado era um "amador" nesse ramo de assassinato (aff, esse povo que nem sabe matar alguém direito kkkkkk) .

É isso ai pessoal. Espero que tenham gostado. E vocês? Já leram? Pretendem ler? Comentem ai =)
Beijocas e até.

4 comentários :

  1. Quero muito ler O chamado Cuco, com certeza vai ser interessante ver esse lado da JK!
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  2. Estou bastante curiosa sobre esse livro, só espero não ficar tão entediada quanto você no começo kkkkkkkk. Parabéns pela resenha, bjsss.
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu comprei esse livro logo que foi lançado e ainda não peguei para ler, vi que vai sair a continuação dele logo logo então preciso ler ele o quanto antes.
    Beijão
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  4. Eu tava lendo morte súbita mas minha vó se apoderou do livro e como eu moro longe da casa dos meus pais, só vou pega-lo de novo agora nas férias.
    Curti tua resenha e provavelmente irei compra-lo.
    Abraço
    chacomresenha.blogspot.com

    ResponderExcluir

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!