Resenha - Veneno

Veneno - Sarah Pinborough
Editora: Única
Páginas: 224




Veneno - Sexy, sarcástico e de prender a respiração!
Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos!
Não existe “Felizes para sempre”!
Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos!
Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!

Comecemos com a velha historinha da Branca de Neve e os sete anões. Uma princesa linda, uma madrasta linda, anões... Essas coisas que vocês devem estar carecas de saber. 

Branca é filha de um rei que sempre está em campanhas para proteger seu reino. Lillith, a nova rainha, é pouca coisa mais velha do que sua enteada, e detesta o fato de todos adorarem Branca de Neve e a falecida rainha. Como toda boa história, não pode faltar um passado trágico na vida das personagens, como o motivo que fez Lillith se casar com o rei e porque ela nunca aprendeu a ser uma boa pessoa. E, já que ela ficou no comando durantes os longos anos que o rei está fora, ela resolve colocar as garrinhas para fora. Como ninguém do reino a amava, eles teriam que aprender a temê-la e respeita-la.

A história é narrada em terceira pessoa, mudando várias vezes o foco narrativo (às vezes estamos com a Rainha, às vezes com a Branca, às vezes com outros personagens). O tempo é cronológico e muitas vezes somos agraciados com breves lembranças do passado das personagens, o que ajuda a construir suas personalidades. 

De resto, o início do livro é a mesma história da Branca de Neve, com alguns detalhes a mais. Além disso, a autora segue um pouco o princípio "Once upon a time" de misturar personagens de outras histórias, o que poderia ter ficado muito melhor do que foi, mas acho que - pelo menos nesse primeiro livro - não foi muito bem trabalhado e parece que alguns personagens estavam lá só por estar mesmo (mas eu posso mudar de ideia no decorrer da trilogia). 

Sinceramente, achei que o que lemos na sinopse não tem muito a ver com a história no primeiro momento. A rainha é a rainha má (mesmo a escritora tentando "justificar" as coisas, o que, para mim pelo menos, não justifica nada), a Branca de Neve é a bondosa garota de sempre (e eu não a achei mimada como ficou parecendo ao ler a sinopse). Mas com certeza não é uma versão infantil como as rescritas que nos contam desde pequenos.

Porém, mesmo não mudando muito nesse quesito, eu gostei bastante da história. Sou apaixonada por contos de fadas em todas as suas versões (sim, desde as mais fofinhas-cuti-cuti-*joga glitter por cima*, até as que não são nenhum pouco aconselhadas para crianças), então não poderia ter deixado de gostar dessa. Além do mais, o final foi surpreendente. Daqueles que você tem que parar um pouco para entender o que aconteceu. Acho que só ele valeu tudo.

Livro super indicado para os amantes da história da Branca ou os contos de fadas, mas não esperem realmente aquela mudança drástica, por mais que o final tenha sido chocante. 


Então é isso pessoal. Desculpem a demora para postar a resenha, mas espero que tenham gostado. Agora me contem: já leram o livro? Pretendem ler? O que acharam da resenha? Não deixem de comentar :)

Beijocas e até mais. 

4 comentários :

  1. Eu já tinha muita vontade de ler esse livro, agora tenho mais ainda. Tudo bem que eu imaginava que seria um livro perfeito e pelo que você falou, não é tanto assim, mas ainda assim a história parece ser criativa. Adorei a resenha, ficou muito bem escrita.

    Beijo, Joyce.
    http://www.complexodevaneio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que estava com mais expectativas, ainda mais porque comparam a Once Upon a Time. Mas, pelo menos nesse primeiro livro, achei que seguiu bastante a linha do "conto original". Acho que deve mudar nos próximos livros da trilogia, pelo que já dei uma olhada.
      Muito obrigada *-*
      Foi muito bom ter você aqui!
      Beijocas e até mais.

      Excluir
  2. Muita gente comentando sobre esta trilogia. Eu já pensei em comprar algumas vezes, mas sempre aparece outra prioridade e acabo deixando de lado. Ultimamente tenho feito algumas leituras bem pesadas, acho que vou dar uma chance para este livrinho para dar uma distraída. Adorei o blog, já estou seguindo. Abraços,
    Iuri Rodrigues | alteregopessoal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Iuri :D
      Dê uma chance sim *-*
      Fico feliz que tenha gostado do blog! Estou seguindo o seu também.
      Beijocas!

      Excluir

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!